segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Cinco de Dezembro de dois mil e nove

Fugimos pela travessa do cotovelo, fomos para o ‘mato’, bem pertinho da minha casa! Já eram horas de vir para casa, mas a vontade de estar contigo, alterou todos os meus planos. Naquele dia, conseguimos ultrapassar a vergonha e aconteceu uma coisa nova para nós que tornou o nosso momento simplesmente perfeito. Tivemos pouco tempo juntos, pois controlam-nos ao máximo, tive que correr até ao café. Cheguei ao café, estava tudo à minha espera, mas afinal àquela hora íamos para onde? Uma voz soltou ‘vamos para o baile da gravata’… No caminho, o teu perfume não saia da minha cabeça, estava em mim.
As minhas mãos cheiram-me a ti. A minha roupa cheira-me a ti. O meu peito cheira-me a ti. O teu cheiro está em toda a parte e não sabes como foi difícil vir-me embora! Não gostei daquele baile, os meus amigos e amigas não estavam. Aquelas paredes estavam tão preenchidas com camisolas do clube que enjoavam-me, quando entravam, rapazes loucos, felizes, desejosos de dançar uma musiquinha e eu sem apetecimento algum. Apetece-me sempre, mas agora não. Quero-me ir embora mas ir para estar contigo, voltar a olhar para ti. Não sabes como gosto do teu sorriso, do teu pacote, dos teus olhos e esse teu perfume... Ainda o sinto!  
GF,
Escrito no dia vinte sete de Julho de dois mil e dez.

13 comentários:

  1. Está tão lindo. Vou seguir-te, fá-lo também :)

    ResponderEliminar
  2. e magoa muito, infelizmente x;
    o teu texto está deveras amoroso. (;

    ResponderEliminar
  3. obrigada, eu tambem amo este teu post (:

    ResponderEliminar
  4. Como me lembro bem de cenas semelhantes que por um lado nos tolhiam mas por outro eram mais saborosas pois era no segredo que realizávamos os nossos sonhos e tal como tu quando o nosso coração está longe tudo parece enfadonho a nossa alma pede-nos para sairmos para corrermos atrás desse perfume, mas a razão não nos leva e as pernas indecisas ficam ali

    bjs

    obrigado pela visita
    também te sigo

    ResponderEliminar
  5. Gosto imenso da tua maneira de escrever!
    Vou seguir. (:

    ResponderEliminar